Consultório próprio ou em sociedade: qual a melhor opção?

São necessários muitos anos de estudo para que um estudante de medicina se torne um médico. Mas toda essa dedicação pode não preparar esse profissional para escolher prontamente qual caminho escolher: abrir seu consultório próprio ou em sociedade?

Um empreendimento desse porte pode ser assustador. Alguns médicos optam por abrir um consultório em sociedade, em grande parte porque é muito caro começar. Por outro lado, abrir um consultório sozinho permite ao profissional ter autonomia e o total controle do seu negócio. Mas qual opção é a melhor para você, consultório próprio ou em sociedade? Vamos Entender ao longo deste artigo.

Consultório próprio ou em sociedade, entenda qual a melhor opção para você.

Como abrir um consultório em sociedade?

Como abrir um consultório em sociedade

Os profissionais de medicina, como muitos proprietários de pequenas empresas, muitas vezes precisam de um empréstimo ou de capital externo para ajudar a cobrir os custos iniciais de um consultório. Construir um plano de negócios realista e rentável é o primeiro passo para iniciar qualquer prática médica. Com um plano de negócios em mãos, sua clínica estará mais preparada para obter financiamento de bancos e investidores, contratar funcionários e definir metas de longo prazo para o seu crescimento.

Considere seus custos iniciais para ajudar a identificar o quanto você precisará gastar: imóveis, aluguel, equipamentos, honorários de advogados, contadores e funcionários internos. Outras despesas incluem computadores, software médico, móveis de escritório e suprimentos descartáveis, como luvas, gazes e bandagens. Esses itens podem se somar, mas você pode economizar dinheiro se você dividir os custos com um sócio.

Para grupos médicos com 3 ou mais profissionais, a contratação de um administrador profissional pode trazer valor e eficiência adicionais a sua empresa. Esse profissional deve se certificar de que o plano estratégico da empresa seja seguido, gerenciar as operações do dia a dia da prática médica e trabalhar em estreita colaboração com os profissionais da empresa. Os consultórios que investem nessa abordagem são administrados com maior eficiência e geram mais lucro.

Para abrir um consultório em sociedade o primeiro passo é optar pelo regime jurídico ideal. Cada tipo de sociedade segue regras específicas. Por isso, antes de tomar uma decisão, é preciso compará-las cuidadosamente:

Divisão de lucros

Na divisão de lucros, o valor líquido obtido com a receita gerada por sócio é dividido igualmente entre eles. Ou seja, caso um sócio realize mais atendimentos que o outro e gere mais receitas para a clínica, ele receberá uma porcentagem maior na divisão de lucros.

Sociedade do tipo condomínio

Na sociedade do tipo condomínio ocorre a separação entre as receitas de cada sócio, ou seja, cada sócio receberá de acordo com os atendimentos ou serviços por ele prestados. Além disso, na sociedade tipo condomínio todas as despesas como água, luz e internet são divididas igualmente entre os sócios.

Sociedade cooperativa

Nesse modelo jurídico, há o compartilhamento de pacientes entre os sócios da clínica médica, mas as receitas e despesas de cada um são calculadas individualmente. Assim como acontece na sociedade tipo condomínio, as despesas comuns são divididas igualmente entre os dois sócios.

Parceria independente em condomínio

A parceria independente em condomínio é formada por médicos de especialidades diferentes, mas que trabalham de forma conjunta para oferecer um melhor tratamento aos seus pacientes. Nesse modelo jurídico cada médico utiliza um consultório da clínica, mas compartilham espaços em comum como a recepção e o estacionamento, por exemplo. As receitas e despesas de cada profissional são calculadas individualmente.

O que devo saber sobre um consultório em sociedade?

Seja qual for sua especialidade, selecionando parcerias médicas de outras especialidades, você consegue ampliar a abrangência do seu negócio. Trabalhar com outros profissionais também permite que a sua clínica aumente a sua base de clientes, gerando mais lucro.

Outra vantagem de abrir um consultório em sociedade é que esse modelo de negócios possibilita dividir as despesas comuns como aluguel, água, luz, internet e pessoal de suporte administrativo. Isso permite aumentar a sua margem de lucro, uma vez que você ganha o mesmo valor, mas divide as despesas entre os sócios. Além disso, abrir um consultório em sociedade possibilita dividir todos os custos iniciais.

Uma desvantagem quando se opta por abrir um escritório em sociedade é que esse modelo de negócio gera perda da autonomia, uma vez que todas as decisões referentes a administração deverão ser tomadas em comum acordo pelos sócios. Isso pode demandar mais tempo gasto em reuniões e votações.

O que devo saber sobre abrir um consultório próprio?

consultório próprio ou em sociedade

A profissão médica de hoje é orientada para o negócio. Uma prática bem-sucedida precisa ser executada como um negócio, mas o lado médico deve ditar as práticas comerciais.

Para abrir um consultório próprio é preciso focar na satisfação dos seus pacientes. O seu comprometimento e o seu plano de negócios também serão crucias para alcançar o sucesso. Práticas capazes de se diferenciar de seus concorrentes parecem ser as mais bem-sucedidas e capazes de gerar mais lucro. Contudo, vale considerar que, ao começar seu consultório próprio, você assumirá os riscos e os custos iniciais sozinho.

Além disso, se você não é um profissional já estabelecido no mercado, levará de algum tempo para que possa obter um grande número de pacientes no seu consultório próprio.

Mas trabalhar sozinho também oferece vantagens. Como único responsável pelo seu consultório médico, as suas decisões quanto ao funcionamento do escritório serão as únicas que importam, pois não existirá a necessidade de consultar nenhum sócio ou parceiro de negócios.

Outra vantagem é que, ao optar por abrir um consultório próprio, você poderá estabelecer uma escala de horários que mais se adéque as suas necessidades. Essa flexibilidade permitirá manter um equilíbrio perfeito entre a sua vida pessoal e profissional, colocando as suas necessidades em primeiro plano.

Caso você opte por um consultório próprio, você também observará o aumento da sua produtividade, uma vez que você deverá tomar todas as decisões referentes à administração do consultório, aos atendimentos médicos e cuidados com seus pacientes. Decisões estas que devem ser tomadas rapidamente e de maneira eficaz.

Antes de abrir um consultório próprio ou em sociedade, não se esqueça de considerar os recursos disponíveis, seu estilo de trabalho e seus objetivos profissionais. Só assim será possível tomar a melhor decisão.

Pretende abrir um consultório próprio ou em sociedade? Clique no banner a baixo e ganhe 14 dias inteiramente grátis para testar nosso sistema.

O sistema médico mais completo

Paulo Castellano

Especialista em software para saúde, pós graduado em gestão de TI com ênfase em saúde pela universidade presbiteriana mackenzie, fundador e CEO da Doctor Engage.